item1.gif (417 bytes)
item2.gif (369 bytes)
item3.gif (380 bytes)
item4.gif (431 bytes)
item5.gif (758 bytes)

Nutricional
Minerais

Sanitário
vacinas
Vermes e Vermífugos
Os riscos do homem
Manejo Geral
Os lotes
A identificação
A Tropa
Sinuelos
Pastos e Sub-Divisões
Vacas amojadas
Recém nascidos
Mamando
Desmame
Estresse da desmama
Desmame precoce
Recria
castração
Manejo reprodutivo

Reprodução
Fertilidade
Fecundação
Sanidade na reprodução
Cuidados com os machos
Cuidados com as fêmeas
Principais
enfermidades

Brucelose
Leptospirose
IBR-IPV
BVD
Trichomonose
Campilobacteriose
Estação Reprodutiva
Estação reprodutiva de novilhas
Estação reprodutiva
de vacas

Primíparas
Descanso pós parto
Descarte
Idade
A infertilidade e o aborto
Habilidade materna
Reposição de matrizes
Eficiência reprodutiva
Diagnóstico de
gestação

Comentários

Introdução Assistência
veterinária

Cursos de I.A.
Inseminador

Embalagens de sêmen
Pellets
Ampola
Minitubo
Palheta média Palheta fina

0
0

Manejo com o botijão
Distribuição de temperaturas no botijão

Ovários
Trompas uterinas
Útero
Cornos uterinos
Corpo uterino
Colo ou cérvix uterina Vagina
Vulva

Puberdade
Ciclo estral

Pré cio
Reconhecimento do cio
Cio
Momento ideal de inseminacaor
Pós cio
Anestro fisiológico
Anestro
Puerpério fisiológico
Hemorragia de metaestro
Cio de encabelamento
Cio silencioso
Gestação
Intervalo parto-concepção
Intervalo entre partos

Com palheta média, palheta fina ou minitubo
Com ampola



6.3.8. MAMANDO

Bezerros mamando podem ter a sua disposição suplementos minerais, assim como rações específicas para animais em crescimento, fornecidas em sistemas de "creep-feeding" (cocho privativo onde somente o bezerro tem acesso). Este sistema de suplementação deve sempre estar próximo ao cocho de sal mineral das vacas e da água.

Tanto o cocho de sal quanto o bebedouro devem ser de pouca altura para que os bezerros possam ter acesso.

Há de lembrar que suplementar o bezerro e desmamá-lo mais pesado e sadio é muito mais econômico que suplementar a vaca, além de que um bezerro com diferencial positivo na desmama, permite que esta diferença permaneça por toda a vida exteriorizando o potencial individual, uma vez que 60% ou mais do desenvolvimento "entra pela boca".

Mas, o mais importante dentro deste assunto é a sua subjetividade, onde, com a suplementação do bezerro, conseguimos "liberar" a vaca mais cedo e em melhores condições nutricionais, com escore maior, resultando em menor intervalo entre parto e primeiro cio fértil, conseguindo, assim, um bezerro por ano.

Pode-se ainda, com a finalidade de inseminacaor mais cedo as vacas paridas, adotar o esquema de Chang (aleitamento interrompido por 48-72 horas) causando modificações hormonais na vaca de forma natural, para que a mesma manifeste sintomas de cio (pode aumentar em até 30% a taxa de concepção). Entretanto, sua eficácia dependerá da condição corporal da vaca. Não deve ser feito com crias muito jovens (menos de 40 dias), havendo ainda a necessidade destas permanecerem no mangueiro, com água e forragem à vontade, enquanto as mães pastam e descansam do lado de fora.

 

racao.gif (3247 bytes)

Modelo de creep-feeding associado a cocho de sal mineral

foto_cocho.jpg (13375 bytes)