item1.gif (417 bytes)
item2.gif (369 bytes)
item3.gif (380 bytes)
item4.gif (431 bytes)
item5.gif (758 bytes)

Nutricional
Minerais

Sanitário
vacinas
Vermes e Vermífugos
Os riscos do homem
Manejo Geral
Os lotes
A identificação
A Tropa
Sinuelos
Pastos e Sub-Divisões
Vacas amojadas
Recém nascidos
Mamando
Desmame
Estresse da desmama
Desmame precoce
Recria
castração
Manejo reprodutivo

Reprodução
Fertilidade
Fecundação
Sanidade na reprodução
Cuidados com os machos
Cuidados com as fêmeas
Principais
enfermidades

Brucelose
Leptospirose
IBR-IPV
BVD
Trichomonose
Campilobacteriose
Estação Reprodutiva
Estação reprodutiva de novilhas
Estação reprodutiva
de vacas

Primíparas
Descanso pós parto
Descarte
Idade
A infertilidade e o aborto
Habilidade materna
Reposição de matrizes
Eficiência reprodutiva
Diagnóstico de
gestação

Comentários

Introdução Assistência
veterinária

Cursos de I.A.
Inseminador

Embalagens de sêmen
Pellets
Ampola
Minitubo
Palheta média Palheta fina

0
0

Manejo com o botijão
Distribuição de temperaturas no botijão

Ovários
Trompas uterinas
Útero
Cornos uterinos
Corpo uterino
Colo ou cérvix uterina Vagina
Vulva

Puberdade
Ciclo estral

Pré cio
Reconhecimento do cio
Cio
Momento ideal de inseminacaor
Pós cio
Anestro fisiológico
Anestro
Puerpério fisiológico
Hemorragia de metaestro
Cio de encabelamento
Cio silencioso
Gestação
Intervalo parto-concepção
Intervalo entre partos

Com palheta média, palheta fina ou minitubo
Com ampola



6.4.7. DIAGNÓSTICO DE GESTAÇÃO

O diagnóstico de gestação pode ser efetuado por Veterinário capacitado a partir de 40 dias (ou menos) após a monta ou Inseminação. Normalmente é realizado somente em torno de 60 dias após a estação reprodutiva.

Durante a estação reprodutiva é aconselhável fazer a palpação retal (toque), ou outro diagnóstico (ultra-sonografia), em datas estratégicas, não só para simplesmente constatar a prenhes (podendo diminuir o tamanho do lote),porém o mais importante que isto é tentar diagnosticar o porquê das repetições de cio, o porquê dos anestros prolongados, dos cios irregulares, das falhas nas observações de cio, das falhas nas anotações, etc. Tudo isto é necessário para poder diagnosticar em tempo hábil possíveis falhas como estas e corrigi-las, evitando acontecer os prejuízos, pois estes, sim, devem preocupar o Veterinário pois o seu papel é empenhar-se em situações como essas.

A maneira mais prática de efetuar o diagnóstico de gestação é pelo toque retal efetuado por um Médico Veterinário, o qual insere seu braço pelo reto do animal e, manipulando o aparelho genital, é capaz de detectar possíveis modificações na sua estrutura, que podem ser gestação ou não, anormalidades ou distúrbios, ou malformações entre outras.

Evite deixar curiosos realizarem o "toque", pois o custo de uma gestação (um bezerro) perdida, causado por pessoas menos avisadas pode sair, em muitas situações, mais dispendioso que uma ou mais diárias técnicas.

É prática comum realizar o corte da vassoura do rabo (vassoura da cola), quando o diagnóstico é positivo, além da anotação, para fácil identificação dos animais positivos.